Talharins com Caldeirada de Frutos de Mar (p/4 pessoas)

Em destaque


Talharins com Caldeirada por Rodolfo Bracali

Ingredientes

200 g de camarões pelados

200 g de mexelhões s/tapas

200 g de ostras

200 g de mongóis

200 g de lulas

1 alho poro cortado

1 cebolinha verde cortado

3 dentes de alhos picados

1 pimentão vermelho picado

1 cebola grande picada

1 purê de tomate

Sal, pimenta calabresa, pimenta-do reino preto,

1 copo de vinho branco seco

750 g de talharins caseiros

5 mexilhões inteiros p/ dá terminação

4 camarões pistolas inteiros p/ dá terminação

Dicas: Salsinha picada, queijo parmesão para quem goste…

Modo de Preparação

Na frigideira fritar com azeite de oliva, alho, alho poro os mongóis.

Na frigideira fritar com azeite de oliva, alho, cebola, pimentão, mexilhões.

passo 1Na frigideira fritar com azeite de oliva, alho, uma colher de manteiga, os camarões

passo2

Em um recipiente colocar água e vinagre de álcool, ferver, logo colocar as lulas só por 4 minutos, peneirar. Na panela, azeite de oliva, cebola, pimentão, deixar uns minutos, mexer, seguir por ordem de durezas.

passo 3

Alho poro, cebolinha verde, alho, os mexilhões e ostras com cascas, deixar fritando uns 5 minutos, sempre mexendo.Incorporar o molho de tomate, temperos misturar, colocar o vinho e mexer, cozinhar 7 minutos e incorporar 2 copos de quente, mexer  e deixar cozinhando 10 minutos, logo incorporar os camarões e lulas, deixar por 2 minutos mas no fogo.

passo 4

Mi-entras, em outra panela, colocar água com sal grosa a ferver para os talharins.  Quando este fervendo, colocar os macarrões  até ficar ao dente.

passo 5

Logo peneirar e colocar na forma para servir na mesa, desligar o fogo da caldeirada, incorporar orégano a gosto, virar acima os macarrões, colocar os mexilhões, ostras e camarões, reservados para apresentação, levar a mesa, se gostar pode salpicar com salsinha picada…

passo 6

Anúncios

Turismo – Venha a Conhecer O Calafate – Argentina

Galeria

Esta galeria contém 1 imagem.


Localização El Calafate está localizado a 50 ° 20 ‘de latitude sul (o equivalente à cidade de Londres) no hemisfério norte. Na Argentina, localizada na Província de Santa Cruz, El Calafate é uma cidade pequena e muito pitoresca Aos pés da … Continuar a ler

Turismo – Venha a Conhecer Balneário Camboriu-SC

Galeria

Esta galeria contém 1 imagem.


Bem Vindo a Balneário Camboriú Balneário Camboriú, localizada no litoral centro norte de Santa Catarina, é um dos destinos turísticos mais visitados do Brasil, em especial por catarinenses, gaúchos e paranaenses. Na temporada e nos meses de março e abril … Continuar a ler

Turismo – Fernando De Noronha – Assista o Vídeo

Vídeo


Fernando de Noronha

Sua História

A ilha, ao ter sido descoberta pelo reino de Portugal, foi designada de Ilha de São João da Quaresma, provavelmente por Gaspar de Lemos, em 1500, ou por uma expedição da qual Duarte Leite erroneamente terá atribuído o comando a Fernão de Noronha, realizada em1501–1502. Porém o primeiro a descrevê-la foi Américo Vespúcio, que tomou parte na expedição de Gonçalo Coelho.

O fator de já ser chamada Ilha de Fernão de Noronha por Frei Vicente do Salvador[2], tal como hoje é conhecida, está justificado por provir do nome do primeiro proprietário da capitania hereditária, Fernão de Noronha , após doação de D. Manuel I em 16 de fevereiro de 1504.

O arquipélago foi invadido algumas vezes, nomeadamente em 1534 por ingleses, de 1556 até 1612 por franceses, em 1628 e 1635 pelos holandeses, voltando ao controle português em 1700, para ser novamente conquistada pelos franceses em 1736 e definitivamente ocupada pelos portugueses em 1737.

Programar uma viagem a Fernando de Noronha, pode significar a realização de um sonho da maioria dos brasileiros. No Arquipélago, se tem a sensação de estar em uma parte do Brasil que deu certo, são 17 quilômetros quadrados à 545 km da costa pernambucana, onde vive uma população de apenas 3.500 habitantes e o turismo é desenvolvido de forma sustentável, criando a oportunidade do encontro equilibrado do homem com a natureza em um dos santuários ecológicos mais importantes do mundo.

Vir a Noronha requer no mínimo 5 dias, para usufruir dos inúmeros atrativos naturais e vivenciar um pouco da história da nossa colonização. São inúmeras as opções de atividades e passeios, que atendem a todos os públicos e oferecem ao visitante a chance de ver todas às belezas naturais das ilhas.

Como Chegar
De avião, você tem duas opções. São dois vôos diários do Recife e dois de Natal. Para chegar pelo mar, você pode fazer um cruzeiro inesquecível à bordo de navios que visitam Noronha de outubro a fevereiro.

Sobre a Ilha
O Arquipélago de Fernando de Noronha é formado por vinte e uma ilhas, numa extensão de 26 km², tendo uma principal – a maior de todas também chamada “Fernando de Noronha” -, como única ilha habitada. As demais estão contidas na área do Parque Nacional Marinho e são desabitadas, só podendo ser visitadas com licença oficial do IBAMA.

O que levar?
Um par de tênis adequado, protetor solar, roupas leves e por precaução um agasalho, chapéu, trajes de banho, chinelo, óculos escuros, equipamentos de mergulho, que também podem ser alugados na ilha, e muita disposição. Leve também dinheiro em espécie, porque as maiorias dos estabelecimentos comerciais do Arquipélago não recebem cartão de crédito. Inclusive porque o Banco Real é o único banco com uma agência no Arquipélago e não há casas de câmbio.

Melhor época para visitar
Em Fernando de Noronha, a temperatura média é de 28 graus na terra e 26 graus no mar, tendo apenas duas estações: uma seca (de setembro à março) e outra chuvosa (de abril à agosto), sendo que o período de chuva é caracterizado por chuvas esporádicas, intercaladas por sol intenso.

Imagine passar alguns dias em uma ilha tranqüila e muito distante do continente, praticando mergulho, caminhadas ou surfe e ainda apreciando a fauna, em total contato com a natureza.

Fernando de Noronha é o lugar. Quem já foi para lá pode confirmar. É um verdadeiro paraíso para adeptos do ecoturismo e do turismo de aventura. Além de suas praias, eleitas diversas vezes como as mais bonitas do planeta, Noronha proporciona atividades que conquistam e encantam os visitantes.

Adultos e crianças têm experiências inesquecíveis ao ver os golfinhos da Baía do Sancho, ao nadar com as tartarugas da praia do Sueste ou ao fazer snorkeling na Atalaia, um verdadeiro berçário de peixes.

O aprendizado de respeito ao meio ambiente começa já no planejamento da viagem, quando os turistas são informados de que existe um limite máximo de pessoas por dia na ilha e que é necessário pagar uma taxa ambiental para entrar.

A diária de R$ 38,24, obrigatória a maiores de cinco anos, está vigente desde 1989 e é destinada à manutenção das condições ambientais e ecológicas do local. Outro ponto importante é o contato com moradores, que lembram a todo o momento a importância da preservação.

A ilha de Fernando de Noronha fica no arquipélago de mesmo nome, localizada a 545 quilômetros de Recife. As companhias aéreas Gol e Trip oferecem vôos para o destino, que é contemplado pelo Programa de Promoção e Comercialização Nacional da Abeta (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura).

Esta entidade trabalha para fortalecer o segmento e reforçar o potencial do Brasil para oferta segura e responsável de atividades de ecoturismo e turismo de aventura.

Assista o Vídeo